Preocupação ou pré-ocupação?

Como de costume, me pego testando sonoridades de expressões e cruzando-as com outras. Foi o caso onde ouvi, ainda essa semana, que alguém estava se preocupando com outro, e, em minha mente, montei a frase como “pré-ocupando”. Mas, será que isso faz sentido?

Enfim, vejamos.

Como de costume, ao amansa!!! (dicionário usado “Mini Aurélio”, versão digital)

//

pre:o.cu.pa.ção
Substantivo feminino.
1.
Ato ou efeito de preocupar(-se).
2.
Ideia fixa e antecipada a um fato, e que perturba a mente.
3.
Inquietação proveniente dela. [Pl.: –ções.]

“Ideia fixa e antecipada a um fato, e que perturba a mente. Interessante…

//

o.cu.par
Verbo transitivo direto.
1.
Estar ou ficar na posse de.
2.
Tomar posse de.
3.
Tomar (um lugar) à força; invadir, conquistar.
4.
Habitar.
5.
Preencher: A arte ocupa a sua vida.
6.
Empregar, aproveitar.
7.
Dar trabalho ou ocupação a.
8.
Tomar (tempo); levar.

Verbo transitivo direto e indireto.

9.
Ocupar (6 e 7).

Verbo pronominal.

10.
Dedicar-se a; cuidar de: ocupar-se com (ou de) leituras.
11.
Tratar. [C.: 1]

§ o.cu.pan.te adj2g. s2g.

Hmm. Saliento aqui alguns pontos: tomar posse; Tomar à força; Habitar; Preencher (a vida); dedicar-se.

frase-a-razao-pela-qual-a-preocupacao-mata-mais-pessoas-do-que-o-trabalho-e-que-as-pessoas-robert-frost-147515

Enfim, acho que temos alguns itens a pensar a respeito. A preocupação, à medida que pode parecer um ato de amor ou de cuidado com a pessoa, pode, da mesma forma, ser uma perturbação da mente da pessoa. Ou seja, ela é que está com o problema, e, não necessariamente, você.

A inquietação da mente da pessoa que se preocupa em relação a outra, na verdade, pode ser a expressão de que essa pessoa preocupada, necessita de uma ocupação. Ou, invertendo, ela está arrumando uma pré-ocupação para ela, usando você como desculpa.

Certamente aquela mãe ou avó que passou a vida dizendo “leva o casaquinho que tá frio”, tem a melhor das intenções de que o neto não se gripe, mas, igualmente, é ela que está sofrendo em sua mente ao presumir que a criatura vá ficar doente com qualquer ventinho.

frase-as-aguias-deixam-que-os-passarinhos-cantem-sem-nenhuma-preocupacao-com-o-seu-trinado-alegre-william-shakespeare-154261

Também podemos dizer que, muitas das preocupações são, em certo nível, induções de pensamento de uma forma que a pessoa te diga o que ela quer que você faça, mas, sem que você fique irritado com ela, pois, como já dissemos, a preocupação presume carinho e cuidado. E, com certeza, há quem faça isso como disfarce para a manipulação mesmo. Na cara de pau.

A intenção é a base de tudo. Embora, Kant já dizia em sua ética deontológica, que as ações são boas ou más em si mesmas. E, também dizia que podemos fazer coisas ruins com boas intenções, ou, vice-versa.

Sim sim, podemos fazer coisas ruins com boas intenções. Basta sugerir que algum político que faça benfeitorias (ou populismos), mesmo que, sob alguma ótica, pareça caridade, por outra, ele beneficia-se disso, à medida em que quanto mais gente dependendo de sua caridade, mais eleitores ele terá. Ou, pior ainda, seu sucesso depende da desventura alheia.

frase-onde-ha-inveja-e-preocupacao-egoistica-ai-estao-as-desordens-e-toda-a-sorte-de-mas-accoes-biblia-155236

Alguns “profetas do apocalipse” também são um exemplo de preocupados que encontramos por aí toda hora. Lançam suas sentenças, esperando, ao final, para o fatídico “eu te avisei”. Pois esse pessoal, em um certo nível, acha que está fazendo um bem aos outros, inspirar-lhes conceitos “prudentes”, para que coloquemos freios às sanhas de fazer algo. Não confundamos isso com quem adverte apenas. Advertências são observações pontuais sobre algo que ocorre, o que é bem diferente.

frase-a-preocupacao-e-uma-forma-de-medo-e-todas-as-formas-de-medo-produzem-fadiga-o-homem-que-bertrand-russell-158353

Com essa frase de Bertrand Russell, acho que meu objetivo do post foi alcançado. E, além do mais, também creio que o medo, nada mais é do que uma projeção. Ele não existe de fato. Ele se manifesta através de algo que imaginamos. Há quem acredite que é instinto de auto preservação, e, em nível biológico darwiniano, até podemos concordar com isso. Mas, para seres que atingiram o status de “racionais”, podemos também analisarmos as projeções que nossas mentes fazem. O que é de fato algo que deve ser levado em conta, ou, o que é apenas um devaneio?

Preocupar-se, ou, sentir medo que algo aconteça a alguém ou a si mesmo, é um sinal. E, esse sinal é que deve ser analisado. Tal qual a tosse, que não é uma doença em si mesma, mas, o sintoma de algo. Pode variar de simples resfriado à uma tuberculose, não sabemos, mas, ainda assim, ela deve ser investigada, analisada e tratada. Nunca temida. Preocupar-se com a tosse adianta algo em seu tratamento? Enfim, chega de figuras de linguagem por hoje. HEHEHE.

Ocupemo-nos mais. Preocupemo-nos menos. Ou, pré-ocupemo-nos com algo, não com alguém.

frase-a-preocupacao-deveria-levar-nos-a-acao-e-nao-a-depressao-karen-horney-160149

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s