Ter justiça ou ser justo?

Estamos em tempos em que clama-se por justiça por todos os lados. O mundo pede justiça. Mas, será que com isso teremos um mundo mais justo?

Ser justo é o mesmo que praticar a justiça?

frase-e-belo-ser-se-justo-mas-a-verdadeira-justica-nao-permanece-sentada-diante-da-sua-balanca-a-romain-rolland-114499

Eis a questão… e, como de costume, comecemos pelo amigo de sempre: o amansa-burro.

jus.ti.ça
s. f. 1. Virtude que consiste em dar ou deixar a cada um o que por direito lhe pertence. 2. Conformidade com o direito. 3. Direito, razão fundada nas leis. 4. Jurisdição, alçada. 5. Tribunais, magistrados e todas as pessoas encarregadas de aplicar as leis. 6. Autoridade judicial. 7. Rel. Estado de graça; retidão da alma que a graça vivifica; inocência primitiva, antes do pecado do primeiro homem.

Conformidade com o direito… anotado. Razão fundada nas leis… ok. Pera! Estado de graça, retidão da alma que a graça vivifica, inocência primitiva… tá.

Lembrando que, na parte do direito, usa-se o “fazer jus”, que quer dizer:

jus
s. m. 1. Direito derivado da lei natural ou escrita. 2. Direito, objetiva ou subjetivamente considerado. Fazer jus a: merecer.

MERECER!

Justiça1

A você, que nesse momento pensa a respeito do que o STF fez ao beneficiar os mensaleiros, lembro que o termo abaixo é proibitivo, embora o significado no amansa indique outra coisa:

jus.ti.cei.ro
adj. 1. Rigorosamente justo, imparcial. 2. Severo, implacável. 3. Íntegro, incorruptível.

Deixa pra mim, que eu resolvo...

Deixa pra mim, que eu resolvo…

Aos que acham que não precisaria chegar a tanto para resolvermos o problema, vamos tentar ter noção do que é ser justo.

jus.to
adj. 1. Conforme à justiça, à razão e ao direito. 2. Reto, imparcial, íntegro. 3. Exato, preciso. 4. Dir. Legítimo. 5. Que tem fundamento; fundado. 6. Merecido: Pena justa. 7. Que ajusta bem, que se adapta perfeitamente. 8. Ajustado. 9. Estreito, apertado, cingido. S. m. 1. Homem virtuoso, que observa exatamente as leis da moral ou da religião. 2. O que é conforme à justiça. 3. Gír. Chefe de polícia. Adv. Exatamente, justamente.

Homem virtuoso que observa exatamente as leis da moral ou da religião…

Bem, acho que podemos começar a pensar coisas em cima destes conceitos.

Vejamos: para começar, podemos notar que o termo justiça nos remete à obediência de regras do direito. Embora, as regras do direito nem sempre coincidem com o que as pessoas têm por direito (MERECER).

frases-sobre-desordem-2

Façamos um adendo:

di.rei.to.1
adj. 1 Que segue ou se estende em linha reta. 2 Que não é curvo. 3 Plano, liso. 4 Correto, íntegro. 5 Justo, razoável, legítimo. 6 Diz-se do lado do corpo humano no qual, normalmente, os músculos são mais ágeis e mais fortes; destro. 7 Justo, razoável, legítimo.

di.rei.to.2
s. m. 1 O que é justo e conforme com a lei e a justiça. 2 Faculdade legal de praticar ou não praticar um ato. 3 Dir. Ciência das normas obrigatórias que disciplinam as relações dos homens numa sociedade. 4 O lado principal de um tecido. Adv. 1 Em linha reta, sem desvio. 2 Acertadamente.

Não por acaso, o amansa nos fornece duas explicações para um mesmo termo. Num deles, notamos que ser direito é não se curvar, ser correto, íntegro, razoável e legítimo. E no outro, diz que confere com a lei e a justiça. Ou, a ciência que disciplina as relações dos homens em uma sociedade.

Ora vejamos, que ciência é algo que indica um conceito absoluto… mas não é. Então, podemos dizer que estar de acordo com regras (do direito, religião ou moral) nem sempre nos dão o mesmo resultado.

E é aí o ponto onde quero abordar.

Supomos que os mensaleiros fossem “julgados” por essas 3 regras. Direito, religião e moral.

Pelo direito – que é nada além de regras de “disciplina relações dos homens numa sociedade”, mas, ainda assim, relativiza interpretações de pessoas, supostamente justas, para conseguir seus objetivos dentro de um jogo (ou circo) onde conflitam-se interesses individuais – os fiadasputa digníssimos ministros interpretaram a lei de forma a beneficiar os interesses de um grupo de pessoas, cujas quais, eles pertencem diretamente. Resumindo, os ministros que foram indicados pelo partido envolvido no processo, votaram a favor deste mesmo grupo de pessoas. O que, obviamente, apesar de corresponder à justiça, está longe de ser justo, reto ou moral. E, muito menos coincide com a terminologia, que diz que a justiça deve-se disciplinar as relações dos homens na sociedade,  mesmo que a sociedade toda tenha perdido em função dessas pessoas.

frase-a-justica-cega-para-um-dos-dois-lados-ja-nao-e-justica-cumpre-que-enxergue-por-igual-a-rui-barbosa-134570

Pela religião, esses mesmos homens estariam entregues à outro conjunto de leis. E o livro máximo para tal, é a bíblia. Desta forma, usaríamos argumentos como estes:

“Não torcerás a justiça, nem farás acepção de pessoas. Não tomarás subornos, pois o soborno cega os olhos dos sábios, e perverte as palavras dos justos. Segue a justiça, e só a justiça, para que vivas e possuas a terra que o Senhor teu Deus te dá”.Deuteronômio 16:19-20

“Também suborno não aceitarás, pois o suborno cega os que têm vista, e perverte as palavras dos justos”. Êxodo 23:8

“O ímpio acerta o suborno em secreto, para perverter as veredas da justiça”.Provérbios 17:23

“Ai dos que…justificam o ímpio por suborno, e ao justo negam justiça”. Isaías 5:22a,23

“Até quando defendereis os injustos, e tomareis partido ao lado dos ímpios? Defendei a causa do fraco e do órfão; protegei os direitos do pobre e do oprimido. Livrai o fraco e o necessitado; tirai-os das mãos dos ímpios. Eles nada sabem, e nada entendem. Andam em trevas”. Salmos 82:2-5a

“Não farás injustiça no juízo; não favorecerás ao pobre, nem serás complacente com o poderoso, mas com justiça julgarás o teu próximo”. Levítico 19:15

Não preciso dizer então, que, de acordo com a bíblia, todos estariam condenados. E, tampouco preciso dizer que, não é por acaso que estejam querendo tanto implantar um estado laico por aqui… é menos argumento para culparem-nos…

frase-a-justica-de-deus-e-tao-divina-que-ensina-a-cada-um-de-acordo-com-seus-atos-zibia-gasparetto-119107

E, finalmente, para a moral, que pura e simplesmente é seguir a linha do que é bom, do que é direito, do que é correto, teríamos argumentos mais simples do tipo: roubou? Então haverá de entender-se com a sociedade e com os que foram lesados pelos seus atos. Seus atos geraram iniquidades? Devem então reparar-se todos os atos e voltar ao estado original, onde o correto deveria ser praticado.

Nesse caso todos estamos infelizes... o que, ironicamente, é o mais próximo da isonomia que a lei brasileira nos permite...

Nesse caso todos somos infelizes… o que, ironicamente, é o mais próximo da isonomia que a lei brasileira nos permite…

Vemos que, novamente, podemos identificar que criamos sistemas diferentes para encarar as situações. Notamos que não existe igualdade entre esses sistemas e, portanto, o que é hediondo em um, pode ser “apenas” uma falha de uma regra ou jurisprudência. Vemos que maus atos, na justiça divina, têm uma importância, para a justiça dos homens, tem outro, e, para a justiça moral, pode ter um terceiro, ou, neste caso, nenhum.

Não gosto de misturar a moral com a religião, afinal, para mim, são diferentes. E, mesmo que a religião tenha em si o preceito do bem comum, já sabemos que, quando ela regia a sociedade, não trouxe lá muitos benefícios em função das moralidades das pessoas que as representavam à época.

frase-quando-os-homens-sao-puros-as-leis-sao-desnecessarias-quando-sao-corruptos-as-leis-sao-benjamin-disraeli-120890

O que fica com esse texto longo e cansativo?

Fica aqui a minha ideia de que, justiça é uma coisa, ser justo é outra bem diferente. E, independentemente do conjunto de regras que elejam para disciplinar ou doutrinar as pessoas, o objetivo -que nem sempre é alcançado- deveria ser o mesmo, ou, único: gerar o bem comum, com igualdade, isonomia e gerando resultados positivos a todas as partes. TODAS, eu disse.

Palavras do "pai deles todos"...

Palavras do “pai deles todos”…

Esperança cansa…

O ditado popular diz que “quem espera sempre alcança”… mas, já vi por aí que o pessoal alterou para “quem espera sempre cansa”…

Creio eu que a espera por algo melhor, ou, a esperança, é o que nos traz as boas energias de que algo bom virá e blablablablablablabla… será mesmo?

Vamos aos trabalhos… e, é claro, começando pelo nosso amigo, o amansa-burro:

es.pe.ran.ça
s. f. 1. Ato de esperar. 2. Expectativa na aquisição de um bem que se deseja. 3. A segunda das três virtudes teologais. 4. Entom. Inseto tetigonióide, de cor verde.

frase-a-esperanca-e-uma-droga-alucinogena-rubem-alves-114643

Ok, ato de esperar…

es.pe.ra
s. f. 1. Ato de esperar. 2. Esperança. 3. Demora, dilatação. 4. Adiamento. 5. Lugar onde se espera alguém ou a caça. 6. Cilada, emboscada. 7. Espigão ou pequena peça para limitar ou impedir o movimento de outra. 8. Peça da bainha de faca ou de facão, destinada a firmá-la sob o cinto.

frase-tento-me-concentrar-numa-daquelas-sensacoes-antigas-como-alegria-ou-fe-ou-esperanca-mas-so-caio-fernando-abreu-95077

Demora, adiamento, cilada, emboscada…

Acho que me fiz entender, não?!

Renato Russo dizia que quem acredita sempre alcança… e é claro que o sol vai voltar amanhã. Acreditar e esperança não são a mesma coisa. Apesar de que, na parte teológica, tenham lá alguma conexão, mas, mais pela resignação, que embasa a tese da evolução pelo sofrimento:

re.sig.nar
v. 1. Tr. dir. Demitir-se voluntariamente de; renunciar a. 2. Tr. dir. Desistir de um benefício ou cargo em favor de outrem. 3. Pron. Ter resignação; conformar-se; estar animoso no sofrimento.

Conformar… esperar… esperança…

Já falei sobre isso em outro post, mas, vale voltar a pincelar sobre, pois trata-se de um termo que pode nos remeter à algo, mas que, na verdade, nos impele a praticar coisas diferentes.

frase-e-horrivel-assistir-a-agonia-de-uma-esperanca-simone-de-beauvoir-115993

Ok, dirão que eu estou de implicância com terminologias. E estou mesmo, afinal vivemos em um mundo onde termos são censurados e usados para segregar (ainda mais) pessoas.

A esperança que pregam, da forma como vejo, é apenas o ato de esperar. Pintam-na como algo positivo, que traz boas emanações e, sobretudo, vincula-se à fé.

Sabemos também, que a fé é um dos modos em que se controlam atitudes…

Pois é, chegamos ao ponto central da questão: Esperança e fé…

frase-e-proprio-da-fe-esperar-contra-a-esperanca-ernest-renan-100150


s. f. 1. Crença, crédito; convicção da existência de algum fato ou de veracidade de alguma asserção. 2. Crença nas doutrinas da religião cristã. 4. A primeira das três virtudes teologais. 5. Fidelidade a compromissos e promessas; confiança. 6. Confirmação, prova.

…fidelidade à compromissos e promessas… confiança.

Por um exercício de lógica linear, ou silogismo, podemos chegar ao ponto onde ter fé é ter a capacidade de esperar, mas, no próprio conceito de fé, pelo amansa, também podemos ver que nela reside uma CONFIRMAÇÃO, uma PROVA.

É óbvio que utilizo essas palavras-chave de cada termo para ver que são controversos em si mesmos, e, portanto, devemos ter cuidado com suas aplicações.

frase-a-essencia-do-otimismo-e-que-nao-leva-em-conta-o-presente-sendo-uma-fonte-da-inspiracao-da-dietrich-bonhoeffer-158840

Temos sistemas de crenças, e não necessariamente religiosas, que nos remetem à termos esperança, a termos fé, e, ainda assim, nos exigem que façamos por nós mesmos…

Como?

Por exemplo, temos um programa social, o Criança Esperança, que, por um lado nos diz para “fazermos nossa parte” em trazer esperança à uma criança, mas, desviam-nos o foco de que muitos já fazem, ALÉM da sua parte, a parte que caberia ao governo fazer.

E, mais controverso ainda, é saber que esse mesmo governo nos pede confiança e esperança num futuro melhor, enquanto nos levam à depositar nossos votos cegamente em urnas eletrônicas, sabidamente, fraudáveis.

...ter um amigooooo, na vida é tão bom teeeer amigooooos... a gente precisa de amigos do peito, amigos de féééé, amigos irmãos, iguais a eu e você, AAAAAAMIGOOOOOOOS...

…ter um amigooooo, na vida é tão bom teeeer amigooooos… a gente precisa de amigos do peito, amigos de féééé, amigos irmãos, iguais a eu e você, AAAAAAMIGOOOOOOOS…

A esperança, amigos, não é sinônimo – DE FORMA ALGUMA – de abestalhamento social. Em certos momentos não dá para ter esperança, ou seja, não dá para esperar. Não dá para confiar, e, muito menos ter fé em sistemas caducos e falidos.

Ah, mas a fé remove montanhas… não, ela não remove montanhas… a AÇÃO do tempo as remove… terremotos, erupções vulcânicas… retroescavadeiras, dinamites…

Vejam bem que não estou aqui pregando a descrença geral. E, muito menos que se deixe de lado o exercício de pensamento positivista. Eu apenas prego que deixemos de ser bobos-alegres quando o momento exige mais AÇÃO e menos ESPERA…

...vem vamos embora, que esperar não é saber...

…vem vamos embora, que esperar não é saber…

Quem acredita sempre alcança… quem desloca tem preferência… e quem não dá assistência, perde a concorrência…

Esperar, meus amigos, é nada mais, nada menos do que postergar simplesmente… a menos que você esteja utilizando este tempo para traçar estratégias de ação…

Esperança??? É claro, desde que você saiba bem pelo que quer esperar…

frase-a-esperanca-tem-duas-filhas-lindas-a-indignacao-e-a-coragem-a-indignacao-nos-ensina-a-nao-santo-agostinho-120637

Aprendendo a voar…

Ando numa fase onde as -ditas- coincidências acontecem a todo o momento. Ainda mais, para quem está em um momento introspectivo, prestando atenção nos próprios pensamentos quase em tempo integral, e, com isso, muitas vezes, sequer consegue entender o que se passa dentro da própria cabeça.

Em função disso, tenho notado estados mentais onde eu deixo a visão ir longe, o olhar se fixa em um ponto qualquer, a mente se esvazia – algumas vezes com pensamentos relâmpagos que não consigo sequer reter na memória – e eu simplesmente desligo por instantes.

E isso é ruim?

Acho que não… tirando o fato de isso ter acontecido enquanto eu dirigia na cidade em plena hora do rush, mesmo que eu ainda tivesse o controle do carro, fiquei encasquetado sobre o assunto.

Daí lembrei das várias vezes que alguém gritou comigo coisas do tipo: “TÔ FALANDO CONTIGO, PÔ!”, sem que eu sequer estivesse ouvindo alguma coisa. Lembrei de estar vendo televisão, ter algo na tela, mas eu sequer ter noção do que eu estava olhando… lembrei também das vezes em que eu lia um livro e tinha que voltar e reler parágrafos e mais parágrafos por ter ido para algum lugar qualquer onde o pensamento não acompanhava. Sim, fui para algum vazio (ou não) qualquer onde, ao voltar, vinha sem lembrança alguma…

Endoidou é, mizifio?!

Talvez… ou, talvez eu apenas esteja visitando lugares que, independente da memória não acompanhar, a sensação ao retornar de lá sempre foi de calma e tranquilidade. Nunca meditei na vida – ou não na forma em que os estudiosos aconselham, com direito à incenso e posição de lótus – mas talvez tenha atingido uma faixa mental onde eu apenas “fui”…

Red Bull com Vodka também te dão asas... permanentemente...

Red Bull com Vodka também te dão asas… permanentemente…

Pois bem, passei um tempo tentando elucidar o caso e ver o que a mente tentava me dizer… e, agora a pouco, retornando para casa do último compromisso do dia, ligo o carro, por volta de 19:40h, e o rádio no Pendrive pois ouvir a “Hora do Brasil”, nem com dúzias de Lexotan…

E aí entra a “casualidade” da coisa… uma música estava encerrando, já no fade final, e, em seguida começa a “Learning to fly” do Tom Petty and the Heartbreakers…  que diz mais ou menos isso:

Aprendendo a Voar

Bem, eu parti de uma estrada suja
Parti totalmente sozinho
E o sol se pôs, enquanto eu cruzava as montanhas
E a cidade se iluminou, o mundo parou
Estou aprendendo a voar, mas eu não tenho asas
Vir abaixo é a coisa mais difícil
Bem, os bons e velhos dias, podem não retornar
E as pedras podem derreter e o mar pode queimar
Estou aprendendo a voar, mas eu não tenho asas
Vir abaixo é a coisa mais difícil
Bem, alguns dizem que a vida irá te derrubar
Partir seu coração, roubar sua coroa
Então eu parti, só Deus sabe de onde
Eu acho que saberei quando eu chegar lá
Estou aprendendo a voar, ao redor das nuvens
Mas o que sobe, deve vir abaixo
Estou aprendendo a voar, mas eu não tenho asas
Vir abaixo é a coisa mais difícil
Estou aprendendo a voar, ao redor das nuvens
Mas o que sobe, deve vir abaixo
Estou aprendendo a voar
Estou aprendendo a voar
 Já ouvi essa música inúmeras vezes, tanto que os 4Gb do meu Pendrive contém as mesmas músicas há anos. Com uma aquisição ou outra de músicas atuais que me agradam. Mas, hoje particularmente, eu não só a ouvi, mas a senti de forma diferente. Justamente quando ao dirigir pela cidade com o pensamento novamente longe, tive essa música me dizendo algo que antes não conseguia entender.
Agora vai!

Agora vai!

A música me atentou para o fato de como tenho percebido o mundo de forma diferente ultimamente… de como tenho pensado em coisas além do meu dia-a-dia, de como o meu pensamento tem ido mais profundamente à questões diferentes das que eu estava acostumado até então. Questões que me fazem internalizar o pensamento a ponto de me sentir voando…
Não, não... essa aí faz figuração de comercial de iogurte regulador intestinal...

Não, não… essa aí faz figuração de comercial de iogurte regulador intestinal…

Por esses instantes em que eu saio a voar com o meu pensamento por aí, sozinho, além de montanhas ou estradas sujas, penso em lugares além dos quais eu vivo, em lugares que eu sequer sei se existem ou não… (não, eu não uso drogas e nem bebo) E justamente nesses lugares que sequer lembro, encontro uma sensação de tranquilidade, uma sensação de que em algum lugar está tudo certo…
Para-oquê???

Para-oquê???

Mas, voltar é a parte complicada. Voltar e ver ao redor o tipo de mundo em que vivo, o tipo de sociedade que estamos nos tornando, as questões e conflitos do mundo atual, que não me fazem sentido algum, e que simplesmente fazem com que eu sinta saudade de voltar a voar, é a parte da música que diz que “vir abaixo é o mais difícil”.
frase-tenho-duas-noticias-uma-boa-e-uma-ruim-a-boa-e-que-vamos-aterrissar-a-ruim-e-que-vamos-cair-madagascar-1170
Eu estou sim aprendendo a voar… voar em pensamentos, voar para algum lugar longe. E, como diz a música que tudo o que sobe, deve descer, ou, no sentimento da música, que devo voltar à “normalidade”. Me dou conta então, de que devo aprender a ter essa mesma sensação boa de estar voando, também em “terra firme”.
Além de aprender a voar, a certeza que fica ao final do dia de hoje (e que pode não ser tão certa no dia de amanhã) é a de que preciso aprender a andar por aqui… com os pés no chão e aproveitando cada passo…
frase-quando-voce-chega-ao-limite-de-toda-luz-que-voce-conhece-e-esta-a-ponto-de-dar-um-passo-na-richard-bach-133981frase-nunca-se-deve-engatinhar-quando-o-impulso-e-voar-helen-keller-102819frase-liberdade-de-voar-num-horizonte-qualquer-liberdade-de-pousar-onde-o-coracao-quiser-cecilia-meireles-97012frase-quanto-mais-me-elevo-menor-fico-aos-olhos-de-quem-nao-sabe-voar-friedrich-nietzsche-109746