Eu podia estar roubando, podia estar matando… ou, trabalhando…

A frase é clássica no busão… que, muito antes do aumento da passagem, já sofria este outro tipo de assalto velado…

Geralmente a criatura começava o discurso com uma voz de coitado, mas, um olhar de lobo, te explicando que, a escolha é sua: dar a grana que quiser ali, naquela hora, ou, sofrer as consequências depois…

Rogério Esperança: Para doar 500 pilas, ligue 0300-Deus-lhe-pague

Rogério Esperança: Para doar 500 pilas, ligue 0300-Deus-lhe-pague

Confesso que, sinceramente, durante o discurso, me cocei várias vezes para não completar o “EuPodiaEstarRoubânoEuPodiaEstarMatânoMasNãoEstouAquiApelânoParaSuaGenerosidade…” com um “…E podia estar trabalhando também, né?!”

Para quem não lembra ou nunca passou por isso (Seu Burguês safado que anda de carro imperialista e não sabe o que é isso), a ladainha é mais ou menos essa:

Pois então… esta situação, como tantas outras na vida, nos coloca em uma das tantas situações dualistas onde, “ajudamos” o pessoal, porque somos bonzinhos ou as regras de boa convivência mandam, também conhecida como medo do cara me assaltar depois, ou então praguejamos a criatura que deveria estar fazendo outra coisa na vida ao invés de vir ali te encher a paciência, afinal, ema-ema cada um com seus pobrema problemas, certo?

Passa a grana senão eu toco o meu pano engordurado no seu vidro!

Passa a grana senão eu toco o meu pano engordurado no seu vidro!

Não sei bem se é certo ou errado. Mas o problema social acaba se dividindo entre os que acham que devemos ajudar, vulgarmente chamado de caridade, e os que acham que tudo que se dá de graça, não tem valor… colocando a cereja no bolo com o “Não dê o peixe, ensine a pescar…”.

Vejamos que, também nisso, temos o maniqueísmo regendo as ações… esquerda ou direita, certo ou errado, preto ou branco…

Nem um e nem outro. Extremos geralmente são ações mais refutáveis do que, propriamente conscientes…

Normalmente o pessoal dá logo a “ajuda” para a criatura calar logo a boca, ou não melar o para-brisa do carro irremediavelmente… (falo por mim, é claro, mas creio que tenha mais gente que se identifique com isso)

Também, certamente, há os que ajudam de coração… mas, normalmente essas pessoas são as que se envolvem mais do que geralmente dar uma esmola…

Conheço gente muitíssimo bem intencionada, que ajuda um tantão de gente simplesmente porque entendeu que fazer o bem, lhes faz bem… e, os que entendem que devam resolver seus problemas antes e, talvez, quem sabe, um dia, possam vir a ajudar…

As causas, amigos, como qualquer outra coisa na vida, devem ser escolhidas pelos seus sentimentos, nunca por seus cérebros… digamos que, ter que raciocinar ou se submeter à chantagens emocionais para só aí fazer alguma coisa, até pode ser o início da coisa, mas, não vai te tornar uma pessoa melhor necessariamente… apenas alguém que julgou ser mais cômodo agir assim…

Mais ou menos como o pessoal que terceiriza a caridade, tipo, ligando para o “Criança Esperança”, fazendo lá a sua ligaçãozinha e pronto: – O CÉU ME ESPERA!!!

Ter um inimigo... na vida é tão ruim ter inimigos...

Ter um inimigo… na vida é tão ruim ter inimigos…

É claro, também há os queridos que “salvam o mundo” pelo Facebook, curtindo e compartilhando… jurando de pés juntos que a cada clique, o Facebook/AOL (que nem deve existir mais, provavelmente)/Microsoft (que não dá nem bom dia de graça)/Eike Batista (que atualmente tá matando cachorro à grito) ou seja lá quem for, salvará aquela “foto desgracenta” que alguém tocou na sua time line… alguns, com requintes de crueldade, ainda compartilham a naba da corrente com um “Eu fiz a minha parte…”, numa clara demonstração de que está explicando à sua consciência de que fez o que lhe era possível para salvar o dia…

Parabéns... eu já sabia que você tinha compartilhado isso enquanto tava com o RedTube minimizado...

Parabéns… eu já sabia que você tinha compartilhado isso (enquanto tava com o RedTube minimizado)…

Pois é amigos… saibam que, essas malas virtuais são a versão digital dos queridões do busão com os seus “EuPodiaEstarRobâno…”. Eles, tal qual os outros, apelam para a sua boa vontade, ao invés de fazer eles mesmos…

Pois sim! Os do busão são vítimas da sociedade burguesa capitalista!!!

Ai meu São Marx! Os do busão são vítimas da sociedade burguesa capitalista!!!  Os do Fêicebúqui são burgueses que podem comprar computador sem bolsa nenhuma!

Pode ser, mas, também são pessoas… e, como tal, devemos presumir que pode fazer por si também… ou, pelo menos, entendermos que não é culpa sua por eles estarem ali…

Notem que, também neste ponto, estamos diante da mesma lógica anterior… pois há os que acreditem que podem fazer algo por aquelas pessoas, e os que acham que “já pago o governo para fazer algo por eles e eles preferem ficar com a grana do que fazer algo…”.

O Governo é a Globo do seu Criança Esperança… mas a GRANDE DIFERENÇA é que só liga quem quer para a Globo…

Para quê eu estou me delongando com essa bobajada toda?

Simplesmente porque perdi 10 minutos da minha vida ouvindo o discurso da Dilma em rede nacional para explicar os protestos da semana, ao invés de passar da fase 79 do Candy Crush…

Uá´´aáá

Uááááá… amadores me dão sono…

Pois é, vossa escrotecência… me dão também… e qual não foi a minha surpresa que a nossa presidenta inteligenta, se acha completamenta inocenta…

Ela nos disse, basicamente, que, após vislumbrar o clamor popular, se deu conta de que podia fazer mais e melhor, apesar da nossa limitaçãozinha financeira… que monta apenas 1,6 TRILHÕES por ano… afinal, o que se dá para fazer menos de 2 trilhões, né não?! Qualquer assalariado, ganhando R$600,00 pode ganhar isso em umas 260 encarnações (sem juros no HeavensCard)…

Ela também nos disse que, apesar de passar por tantos perrengues, coitada, está disposta a, abnegadamente, ouvir a todos os clamores… também está disposta a fazer o básico… aquele básico que o seu antecessor já se elegeu prometendo fazer, mas, casualmente, não conseguiu, tal qual o seu antecessor-seguidor-do-continuísmo-espoliador-dos-cofres-públicos…

Vejamos que, ela lembra que é o povo quem deve fazer o país melhor…

Tradução: trabalhem para nós e não esperem nada em troca, seus patriotas lindos, queridões e fofos!

Tradução: trabalhem para nós e não esperem nada em troca, seus patriotas lindos, queridões e fofos!

Ô povo, vocês devem se comportar direitinho senão vão pra cama de castigo sem ver o Neymar Jr. fazer gols na Copa, hein?! Aiaiai, povo malvado!!! Feios, bobos e caras-de-tatu que estão estragando toda a brincadeira que ela montou com tanto carinho para que os gringos venham para cá e percebam que fluem rios de Lexotan em nossas águas para manter tanta gente aparvalhada com tantos desmandos…

Pois então… querida presidenta, a senhora que é uma pessoa exigenta, coerenta, e, sobretudo intransigenta com todos os atos hostis da massa, não vandalize, por favor, com a inteligência alheia… pois é óbvio que, tal este povo podia estar roubando, podia estar matando… a senhora PODIA ESTAR TRABALHANDO!

Olha mãe, a Dilma me mandou passear no bosque com o caçador...

Olha mãe, a Dilma me mandou passear no bosque com o caçador…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s